Site Autárquico de Miranda do Corvo

Pesquisar

Rendas Semide

 

As rendas de Semide eram já utilizadas no séc. XII pelas monjas beneditinas do Mosteiro de Santa Maria de Semide. As monjas usavam este tipo de rendas para decoração e ornamentação nas festas religiosas, nomeadamente nos altares, vestes e paramentos.

 
Feitas com uma agulha de arame, em fios de algodão, preso ao ombro num pequeno búzio ganharam o nome de “rendas engomadas“. Depois de finalizadas, levavam um banho de goma, que não só lhes dava maior durabilidade mas também as tornava mais abertas.


As rendas podem ser realizadas em diferentes tipos, tais como pano de estrelas, centro de mesa de rodízios e cabaças, pano retangular em aranha, etc.


Esta tradição tem passado de mães para filhas, assim como os desenhos que de geração em geração vão sendo doados como herança.


Rendeiras
 
Fernanda de Jesus
Contactos:
Granja de Semide
916 996 374


Maria dos Prazeres Cristo
Contactos:
Granja de Semide


Maria da Conceição
Contactos:
Granja de Semide  
 

AGENDA

Multimédia