Site Autárquico de Miranda do Corvo

União das Freguesias de Semide e Rio Vide

Resumo histórico 

 

A União das Freguesias de Semide e Rio Vide foi criada por agregação das extintas freguesias de Rio Vide e de Semide, dando cumprimento à Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro 

 

SEMIDE 

A vizinhança da vila de Semide com a «civitas» antecessora da atual Coimbra, alguns achados arqueológicos nas imediações e um ou outro topónimo, confirmam a hipótese deste ser um povoamento anterior à Nacionalidade. De qualquer maneira a história da antiga vila de Semide, que significará, etimologicamente, a flor da farinha, confunde-se com a do Mosteiro, ali localizado. 

A vila de Semide, em finais do século XI, encontrava-se já nos bens de D. Anão da estrada, um fidalgo asturiense, Senhor de Góis. Este fidalgo teve como descendência três filhos, os irmãos Anaia. Com os bens que possuíam em Semide, os irmãos Anaia resolveram mandar edificar um Mosteiro para os monges da ordem de São Bento, cuja carta de doação, D. Afonso Henriques mandou passar, em 30 de Abril de 1154. 

Posteriormente, este Mosteiro passou o convento de freiras para recolher as descendentes de Martim Anaia. 

Manuel I dava carta de foral a esta Freguesia, a 13 de Janeiro de 1514. 

 

RIO VIDE 

A freguesia pertenceu, até 1839, ao concelho da Lousã. A partir de 1840 passou a fazer parte do concelho de Semide, entretanto extinto em 1853. 

A história desta antiga freguesia anda ligada à gafaria de Coimbra. Foi esta leprosaria fundada e construída em execução do testamento de D. Sancho I, de 1210. O nome provirá da existência de um rio (Rio Torto), cujas águas, consideradas curativas, eram bastante procuradas por pessoas doentes (rio de vida), nomeadamente gafos. Anteriormente, em 1201, já Rio de Vide recebera carta de foro ou povoamento, que D. João I confirmou em 1385. O cura da igreja era apresentado pelo vigário de Foz de Arouce, o que indica dependência do Mosteiro de Lorvão. 

A União das Freguesias de Semide e Rio Vide possui uma área de 37,30 km2, e, segundo os censos de 2011, 3 676 habitantes. 

 

    • Heráldica
    • Heráldica
    • Constituição
    • Constituição
    • Contactos
    • Contactos

AGENDA

Multimédia